Seus Contos Eróticos » Relatos » Acabei comendo a sogra peituda

Acabei comendo a sogra peituda

Publicado em julho 10, 2021 por stif

Olá amantes do porno contado. Venho hoje compartilhar com você a minha única foda com minha sogra peituda gostosa. Acima de tudo confesso a você que fiz o que pude para não foder com a mãe da minha esposa, porém essa coroa peituda venceu essa disputa. Dessa forma não deu outra, meti a pica grossa na buceta da sogra vadia.

De antemão, após casar com minha esposa, tivemos que viver uma temporada com a mãe dela que tinha perdido o marido tempos antes e precisava de compania. Dessa maneria nos mudamos para a casa da sogrona gostosa e apartir daí meus dias ficaram mais picantes.

Todos os dias a minha esposa saia para o trabalha antes do que eu, e sendo assim eu ficava um bom tempo sozinho com a mãe dela. Uma mulher bonita, dos peitos grandes e que estava muito carente sofrendo a perda do marido. No entanto, oque essa puta sentia falta de verdade era de sexo constantemente, já que era uma ninfomaníaca. Eu sempre percebi que a coroa senti uma grande tara por mim, a cara de puta dela não negava. E todas as manhãs a vadia fazia questão de me servir o café da manhã só de pijama. Eu fazia o possível para não olhar para a papada da bunda da mulher rabuda quando ela se empinava no balcão da cozinha de propósito para mim.

Ficar sozinho em casa com a sogra era muita tentação

A coroa safada doida pra sentir minha pica grande passava por mim se esfregando dando indiretas de que queria muito foder comigo enquanto a filha dela não estava. Contudo eu sempre evitava contato visual e fisíco, já que também sempre tive curiosidade em comer essa puta gostosa. Certo dia eu fui tomar banho após o café da manhã para ir pro trabalho, mas esqueci a porta do meu quarto aberta. Eu costumava fechar por medo dessa maluca me atacar no banho. Pois eu estava certo, na primeira e única oportunidade a minha sogra gostosa não hesitou e me flagrou pelado no banheiro.

Pego no flagra batendo punheta no chuveiro

Quando as coisas tem que acontecer, elas simplesmente acontecem. No dia que deixei a porta aberta, fui rapidamente para o chuveiro para se masturbar na intenção da coroa peituda e gozar gostoso. No entanto fechei os olhos e começei a bater uma bronha deliciosa imaginando a sogra gostosa do cuzão rebolando na minha pica grande.

Enquanto eu masturbo a minha pica grande, a coroa safada me observa caladinha da porta do banheiro toda excitadinha esperando o momento certo. Derepente esculto gemidos e abro os olhos para ver oque acontecia. Quando saio do chuveiro está lá minha sogra, com a mão dentro do shortinho esfregando a buceta carnuda e gemendo querendo me dar. Falei pra ela, que isso não podia acontecer, já que sou casado com a filha dela.

Mas a puta peituda não quis nem saber e mal ouviu oque eu falei. Tudo oque essa puta precisava no momento era de uma surra de rola bem dada e eu era o único que ela desejava. A vadia me segura com força e fala que eu tenho que comer sua buceta com muita força e fazê-la gozar pois ela já não aguenta mais de tanto tesão. Como eu sempre imaginei comendo essa vadia, deixei a safada dar uma mamada com prazer na minha pica dura. Porém tinha que ser algo rápido ou eu chegaria atrasado no trabalho.

Ela olha pra mim e fala, não se preocupe. Vou te fazer gozar bem rápido quando sentar nessa pica dura muito gostosa. Garanto que você não vai se arrepender e vai passar o dia todo pensando em mim. Falei para minha sogra se apressar e fazer logo oque ela queria pois, não podia perder o meu emprego. Dessa maneira a vadia peituda senta com a buceta na minha pica dura e cavalga como nunca tinha visto antes. Realmente a mulher era do jeito que eu imaginava na cama. Enquanto ela senta na minha rola, ela olha pra mim e me pergunta se não era isso que eu tanto queria também. Fui forçado a confirmar que há tempos também desejava foder aquela buceta deliciosa.

Gozando nos peitos da minha sogra gostosa

Depois de uma galopada gostosa na minha pica, a coroa gostosa me faz derramar a porra quente nos seus peitos grandes. Então eu gozo com tesão e peço para que a mulher mantenha segrego e não conte nada pra ninguém. Além disso, prometi para mim mesmo que jamais isso se repetiria.

Porém não foi algo fácil, eu pensava diariamente na boa foda que fiz com a coroa gostosa. E claro que ela voltou a me procurar, tentava me seduzir todos os dias, mas eu evitava. Não podia colocar meu casamento em risco por uma aventura. Então tive que tomar um decisão: Comprei um apartamento novo e me mudei com a esposa para longe da mãe ninfomaníaca dela. Então quasemente não vou visitar a vadia peituda que ainda me liga durante o dia perguntando como estou e me chamando para visitá-la.

2.919 views views

Contos relacionados

Dei carona e comi a desconhecida

Levei no caminhão e comi a desconhecida safada Me chamo Paulo, tenho 35 anos, sou caminhoneiro há 15 e conheço muitos lugares nesse Brasil. Sou casado e sempre tentei me manter na linha, mas...

LER CONTO

Fodendo a loirinha carioca

Fodi a loirinha carioca do aplicativo Certa vez conheci Day, num aplicativo de celulares e nos encontramos pessoalmente. Day era super cheirosa era baixinha, cabelos loiro grande e tinha uma cova...

LER CONTO

Fodendo com o cara do Tinder

Um sexo gostoso com o desconhecido do Tinder Meu nome é Rafa, tenho 23 anos, sou gordinha, mas tenho coxas grossas, peitos grandes e uma cintura bem feita, apesar de ser meio cheinha. Os meus...

LER CONTO

Meu novo amigo do Tinder

Meu nome é Juliana, tenho 31 anos, seios fartos, bumbum grande, tipo gostosas. Eu estava passando uns dias na casa da minha mãe em SC. Eu andava com a bucetinha latejando de vontade de sentir uma...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 2 = ?
Desfrute do maior acervo de contos eróticos verídicos da internet e o melhor que o nosso conteúdo é 100% grátis.
© 2022 - Seus Contos Eróticos