Seus Contos Eróticos » Contos de Traição » Baiano Safado Arrombando a Casada Carente

Baiano Safado Arrombando a Casada Carente

Publicado em agosto 26, 2019 por store
5/5 - (23 votes)

Oi, sou o Murilo, baiano de Feira de Santana, negro, 1,87 de altura, corpo atlético e viciado em putaria. Acabei arrombando a casada safada que mora no meu bairro e é esposa de um coroa fofoqueiro que não dá conta da putona que tem em casa. Ela é a Ana, uma morena baixinha, rabuda, coxuda e peituda, a mulher faz a linha cavalona, tem 37 anos e é casada com um coroa cachaceiro que deve ser pelo menos uns 20 anos mais velho que ela, e se acha pra caralho por ter um pouco de grana.

Desde quando me mudei aqui pra São Paulo, comecei a notar que essa safada me dá um mole danado. Era bom dia e boa tarde com olhares safados. A Ana é aquele tipo de mulher que a gente bate o olho e já sabe que é safada, sempre conversei com ela e outros vizinhos, a gente fazia rodinha pra fumar e bater papo ou tomar uma cervejinha na porta de casa. Um dia desses o corno tava no trabalho, ela me convidou pra comer uma feijoada que tinha feito. Eu aceitei, ela me deu uma cervejinha e a gente começou a bater papo. Ela tava com um shortinho curtinho mostrando a papada da bunda e uma blusa grande daquelas de academia.

Loira casada transando com o nordestino

Não tirei o olho do rabo dela, e claro que ela percebeu e parece que começou a provocar mais ainda, passava bem na minha frente com aquele short, olhando pra mim com cara de safada. Depois de me ver secar muito o rabo dela, a safada tomou a iniciativa.

-O que tanto você olha pra minha bunda?

-Com uma bunda dessa num shortinho desse, fica difícil não olhar, né mulher?

-Huuuum, que safado você, pra que ficar só olhando?

Foi só ela dizer isso que eu levantei na hora, avancei em cima dela, comecei a acariciar a cintura dela, as coxas, e ela gemeu baixinho e passou a língua pela boca carnuda. Beijei a boca dela e não deu 5 segundos, meu pau ficou duro igual pedra.

-Nossa, que pau gostoso, já tá bem duro.

Minha esposa galega me fazendo corno

Ela disse isso metendo a mão na minha pica e ficando surpresa com o tamanho. Quando botei pra fora, ela meteu as duas mãos e começou a chupar.

-Mal cabe na minha boca esse pauzão!

-Cabe sim, chupa ele bem gostoso, vai!

Ela caiu de boca, caprichou, lambeu a cabeça, meu saco, chupou a base e engoliu quase tudo, empurrando na boca e chupando gostoso sem frescura. Eu gemi, empurrei meu caralho na boca dela e a safada ficou ali só mamando na minha pica bem dura que latejava na boca gulosa dela.

-Que mamada gostosa, sua boca é uma delícia, engole o pau do teu macho, engole!

baiano safado arrombando a casada carente (1)
Ela engolia mais ainda, deixou meu cacete todo babado, que delícia, não esqueço dessa chupada nunca. Depois de me fazer gozar na boca dela e engolir cada gota, eu quis mamar sua bucetinha e fazer ela gozar gostoso do mesmo jeito. A buceta dela é do jeito que eu gosto, toda lisinha e gordinha, cheirie pra sentir o perfume gostoso dela, cai de boca e engoli a buceta dela, enfiei a língua, fodi o buraco dela penetrando minha língua todinha lá dentro e chupei tudo, foi um tesão.

Ela rebolou na minha boca, mexeu, gemeu, pediu mais, falou muita putaria e gozou gostoso. Essa gozada dela me deixou de pau duro novamente, comecei a tocar uma punhetinha na frente dela, deixei meu pau no grau, puxei ela de quatro e encaixei meus 22 centímetros de rola nela. Ela gritou, gemeu, pediu mais, reclamou de dor, gemeu de prazer, encaixei gostoso segurando a cintura dela e meti pra caralho nessa piranha gostosa.

-Sua buceta é uma delícia, tão apertadinha…

-Mete fundo nela, é tudo pra você, quero essa rola preta batendo no meu útero.

Dei várias bombadas nela, meu pau entrava e saia bem gostoso, que delícia do caralho, a coroa tem um fogo da porra. Sentei com ela por cima de mim, rebolando e quicando no meu cacete, meti um dedo no cu dela e deixei ela doidinha. Não demorou, fiquei louco por aquele cu. Botei ela de quatro novamente e comi o cuzinho dela todinho, ouvindo os gemidos gostosos dessa vadia safada.

-Era pica que você tava querendo né? vou arrombar esse teu cuzinho gostoso.

-Arromba vai, sua pica é muito gostosa, tinha tempo que ninguém me fodia desse jeito. Fode sua putinha.

Fodi bem gostoso, comi aquele cu com vontade, até tirei sangue, mas o fogo da mulher é tanto que ela nem quis parar. Deixei o cu dela todo arregaçado e mais uma vez dei uma gozada gostosa naquele cu. Enchi de porra e deixei ela toda fodida. Depois dessa foda ela me mandou mensagem dizendo que tava difícil de tomar banho e sentar, mas que gostaria de repetir a dose de novo.

7.790 views views
5/5 - (23 votes)

Contos relacionados

Traindo meu marido na quarentena

Acabei traindo meu marido com um vizinho Me chamo Malu, tenho 30 anos, loira, carioca, olhos cor de mel, seios médios, bunda grande, cintura fina e coxas grossas. Modéstia à parte, sou muito...

LER CONTO

Traindo a esposa com a cunhadinha

Fodendo a cunhadinha gostosa na sauna Sou um homem bem apessoado, corpo atlético, aos 35 anos mantenho-me cheio de desejos e tesão. Em função disso, sempre mantive uma tara por minha...

LER CONTO

Meu namorado dormiu e eu trepei com meu primo

Meu namorado deu mole e fodi com meu primo safado Eu me chamo Milena, tenho 22 anos e em 2019 resolvi fazer uma viagem com meu namorado Bruno. Combinamos de ir para a praia com um grupo de amigos...

LER CONTO

Minha vizinha casada

Minha vizinha casada cheia de tesão Por ser dono da minha empresa, em alguns dias me permito trabalhar em casa, por vários motivos. Acho que funciono melhor com o silêncio, economizo gasolina...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 5 = ?
Desfrute do maior acervo de contos eróticos verídicos da internet e o melhor que o nosso conteúdo é 100% grátis.
© 2023 - Seus Contos Eróticos