Seus Contos Eróticos » Fetiches » Dando para o motorista de aplicativo

Dando para o motorista de aplicativo

Publicado em junho 1, 2021 por store
5/5 - (1 vote)

Fodendo com o motorista gostoso

Bati na janela de seu carro, eu precisava de um táxi. Perguntei se ele trabalhava com um app que uso, ele meio que se assustou com a batida e sinalizou que sim, que trabalhava. Abriu a porta do carro pra mim, por dentro mesmo, se ajeitou no banco e perguntou o destino Abriu o app pra começar a corrida e seguimos. Logo de início, já começou uma tensão ali uma tensão diferente, gostosa. O percurso era um pouco longo e ele estava ouvindo música numa rádio que eu ainda não conhecia. Não falamos muito, mas mencionei que não demoraria em meu destino e precisaria retornar.

Ele deu a sugestão de me aguardar e eu achei viável. Chegamos e fui fazer o que precisava, ele ficou me esperando. Retornei e ele abriu a porta pra mim. Ele era alto, um jeito meio nerd, interessante, perguntou pra onde eu iria agora e mentalmente eu pensei: “pra onde você quiser me levar”, mas falei: “pro trabalho” e dei o endereço.

Tensão ainda no ar, ele me olhava, sorrateiramente, pelo retrovisor interno, aumentou o volume do rádio, quando viu que eu estava curtindo o som, pegou um caminho diferente e eu pensei: “hum, será que ele está com más intenções?” Seguimos, eu queria puxar assunto, mas nada saía, acho que era a tensão que não deixava. Nossa! estava quente ali. Não, estava com o ar ligado, e frio do lado de fora.

Já estávamos quase chegando ao meu destino, quando ele começou: “Então, tempo gostoso, né?” Respondi que sim. Tempo bom pra ficar em casa, ele disse: “É, e em boa companhia”. Opa! tá faltando essa boa companhia aí que você está se referindo. Só pensei, não falei rsrs “Verdade, uma boa companhia, um edredom”, respondi “Um filme, pipoca”, ele completou: Eita, que sintonia.

Seria ele o homem da minha vida? “Você está com muita pressa?” Ele perguntou “Depende, qual seria a situação?” Já estou pensando merda. Sou uma fábrica de pensamentos maliciosos. “Olha, não entenda mal, mas te achei muito gata e você mexeu comigo. Estou sentindo uma certa tensão no ar e acho que você também está”, disse ele.

Ui, direto e certo. Ele jogou no ar e pescou. Esse aí é profissional. “Olha, não vou negar. Também estou sentindo esta tensão e também te achei interessante, mas nunca passei por isso antes, não sei como agir”, respondi “Você quer tentar algo novo comigo? Estaria disposta a passar o resto do seu dia em minha companhia?” Ele não brinca em serviço. E gostei da atitude. Quando ele quer algo, ele manda ver. “Gostei da sua iniciativa”, elogiei.

Na mesma hora, fui pra trás do banco dele e comecei a acariciá-lo. Ele ficou todo arrepiado. Ainda era dia, não podíamos nem brincar no carro dele. Adoro brincar no carro!

Resolvemos ir pra um motel. No meio do caminho, passamos por alguns, então, resolvemos em qual iríamos. Ele estava muito excitado e que piroca gostosa. Eu já estava me imaginando sentada nela e rebolando, gemendo. Entramos no motel e ele mal conseguiu parar o carro direito.

Já saímos nos pegando ali mesmo. Ele me deu uma dedada que me fez delirar. Acho que gozaria assim mesmo, se ele continuasse. “Como você está molhadinha, que delícia!” Senti a piroca dele ficar ainda maior. Entramos no quarto, ele tirou minha roupa, me deitou na cama e começou a me chupar. Aquele dedo, de novo, dentro de mim, a língua na pepeca, nossa. Tirou a roupa dele, chegou pra perto da minha boca com aquela piroca deliciosa.

Chupei gostoso, ele gemia muito. Acabou deitando pra curtir melhor. Quase gozou e pediu pra parar, o safado me pegou de quatro, depois, me deitou embaixo dele. Podia senti-lo todo. Corpo com corpo(adoro). Senti seu cheiro. Que homem cheiroso!

Me excitou ainda mais. Pedi pra ir pra cima dele. Sentei gostoso naquela piroca. Ficaria ali parada uma eternidade, sentindo ele dentro de mim. Ele me segurou pela cintura, eu pedi pra ele sentar, que fica mais gostoso. Eu estava sentada nele, corpo com corpo de novo, enquanto eu rebolava, ele chupava meu peito. Me beijava com vontade. Me pegava gostoso pela nuca, me puxando pra mais perto.

Ele pediu pra eu avisar quando fosse gozar, porque ele queria gozar junto. Ficou falando umas sacanagens no meu ouvido(amo), que me excitaram ainda mais e avisei que ia gozar, então, gozamos juntos e foi uma loucura. Passamos o resto do dia fodendo gostoso e depois fomos embora. Ele me deixou perto do meu trabalho, me deu seu cartão e disse que era pra eu ligar quando precisasse de alguém pra me pegar.

Entendi no outro sentido, claro! Também acho que ele falou nesse sentido rs. Ele foi me buscar depois de um evento que fui, outro dia. Literalmente ele me pegou. Como era noite, carro filmado (com insulfilme), nos pegamos ali mesmo, sentadinha nele, no banco do motorista.

Depois, no banco de trás, banco do carona, fomos pra outro lugar, me pegou no capô do carro, de costas pra ele… Depois dele, não uso mais app de táxi, tenho um motorista particular, que me pega aonde eu quiser, como eu quiser, quando eu quiser e que sabe me pegar.

1.243 views views
5/5 - (1 vote)

Contos relacionados

Comendo a vizinha negra gostosa

Hoje trago a história que aconteceu comigo no ano passado. Eu morava em uma cidadezinha pequena onde todo mundo se conhecia. Sou casado e tenho um filho de 5 anos. Nessa cidade não havia muita coisa...

LER CONTO

A melhor foda da minha vida

A melhor foda da minha vida. Olá, meu nome é Vânia, tenho 19 anos de idade, sou baixinha, fininha, morena de olhos castamhos. Sou estudande da Universidade mais prestigiada do meu Estado. Sou...

LER CONTO

Do avião para o motel

Sempre que viajo de avião fico cheia de tesão. Outra coisa que me deixa muito excitada são homens de terno. Um dia fiz uma viagem e juntou os dois. Eu estava no avião, e um homem de uns 40 anos,...

LER CONTO

Necessidades sexuais de uma grávida safada

Grávida safada querendo sexo Essa história era de quando eu tinha vinte anos, e tinha uma filha linda de seis meses. Sempre fui mãe solteira, não que o pai dela não fosse presente, mas assim...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 1 = ?
Desfrute do maior acervo de contos eróticos verídicos da internet e o melhor que o nosso conteúdo é 100% grátis.
© 2022 - Seus Contos Eróticos