Seus Contos Eróticos » Contos de Virgens » Menina de 18 anos virgem dando para colega da faculdade

Menina de 18 anos virgem dando para colega da faculdade

Publicado em agosto 13, 2021 por stif

Perdendo o cabaço da buceta com o amigo dotado

Hoje vou falar da história da menina gostosa que deu a buceta pela primeira vez para o seu amigo da faculdade. Emily sempre foi uma menina timida, de poucos amigo e só pensava em estudar. Porém quando a puberdade chegou ao limite ela não se aguentava de tanto tesão e teve que foder com o seu único amigo da faculdade.

Emily completou 18 anos e poucas pessoas sabiam que ela era virgem, a propria mãe dela achava que ela já tinha dado a buceta. No entanto ela sempre foi muito vergonhosa pra esse assunto e nunca passou de beijos. No entanto quando completou 18 anos, essa vadia da buceta gostosa fica muito excitada todos os dias e se masturbando para caralho em seu quarto.

Criando coragem pra dar a buceta pela primeira vez

Então a novinha decide que não quer morrer virgem e vai procurar um cara para tirar seu cabaço. Porém ela conheçe poucos homens, o mais próximo dela é o Eduardo. Um amigo muito carinho que sempre ajudou a Emily em tudo oque ela precisou. Ele sempre soube que a menina era virgem, ele tinha 20 anos e já transou algumas vezes.

Contudo ele ajuda a Emily a selecionar algum rapaz idela para a sua primeira vez. Porém a menina não se agrada de nenhum. Foi quando o Edu te deu o seguinte conselho:

-Amiga escute,  eu sei que você quer muito perder o cabaço. Porém virgindade é uma coisa especial e única. Então procure perder com alguém que você confia, alguém que te deixe segura, alguém que realmente mereçe. Porque isso é uma coisa que vai ficar marcada para sempre.

Quando a Emily ouviu essas palavras, a menina acreditou ser uma indera do Edu e começou a pensar na possibilidade de foder com o amigo. Então o dia seguinte a menina criou coragem e pediu pro amigo tirar sua virgindade.

Oferecendo a virgindade para o melhor amigo

Eduardo ficou pasmo, sem saber oque dizer para a garota. Sendo que ele sempre a enxergou como sua melhor amiga, apesar dela ser muito gostosa e atraente. Mas pela forma que a vadia pediu, totalmente carente e desesperada. Ela falou que se for pra perder, a única pessoa quem ela confia é ele então quer que ele rasgue sua bucetinha.

Chegou o dia de perder o cabaço da buceta gostosa

O Edu aceitou. Então no dia em que a mãe da menina saiu com o pai, ele foi visitar a vadia e preparou o quarto todo. Então o cara deixou a menina bem relaxada quando chupou ela todinha. No começou foi algo estranho por eles serem amigos. Porém quando o macho meteu a lingua na bucetinha da novinha, ela começou a gemer e pediu pro cara ir adiante. Sendo assim o Edu rompeu a bucetinha da Emily com vontade, e deixou a pica todinha entrar até o talo. Dessa forma a menina safadinha fica excitada e esquece até a dor que sentiu e começa a gemer e pedir pro amigo pauzudo não parar de meter.

Depois de alguns minutos a Emily com tesão na buceta senta no pau grande do amigo e pede obrigado por ele ter realizado o seu sonho. A novinha fala pro cara que escolheu a pessoa certa para tal feito e que nunca vai esquecer desse dia.

1.810 views views

Contos relacionados

Tirando a virgindade da minha prima

Acabei tirando a virgindade da minha prima de 18 anos Vou contar para vocês como acabei tirando a virgindade da minha prima Grazi. Ela tinha 18 anos na época e era a mais gata de todas as primas...

LER CONTO

Perdendo a virgindade vendo Netflix

Perdendo a virgindade enquanto assistia NetFlix Reencontrei um amigo de escola quando eu tinha 20 anos, nós ficamos conversando através de mensagens, depois passávamos horas ao telefone e...

LER CONTO

Comendo a crente virgem de 18 anos

Me chamo Rodrigo, tenho 23 anos, estudante de direito e tarado por crentes. Acabei comendo uma crente virgem que estuda comigo, e me dá muito tesão pegar uma gostosinha assim, sabendo que é...

LER CONTO

Dando o cú pra não perder o cabaço da buceta

Esse conto é algo que realmente aconteceu comigo. É algo que aconteceu há anos, mas eu nunca esqueço aquele dia. Aconteça oque aconteça, o primeiro anal agente nunca esquece. Eu tinha acabado...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 2 = ?
Desfrute do maior acervo de contos eróticos verídicos da internet e o melhor que o nosso conteúdo é 100% grátis.
© 2022 - Seus Contos Eróticos