Seus Contos Eróticos » Uncategorized » Pagando o aluguel de outra forma

Pagando o aluguel de outra forma

Publicado em abril 5, 2021 por Nordestino_Tarado

Paguei o aluguel de outro jeito

Eu pago um aluguel muito alto e só não me mudo porque minha cidade é pequena e não há opções tão razoáveis pra mim. O proprietário me deu um ultimato quando fiquei dois meses apertada e sem poder pagar, ele marcou uma data comigo para que eu efetuasse o pagamento e apareceu na minha casa.

Quando ele apareceu eu estava no banho me depilando inteira, com música nos fones de ouvido, ele foi entrando e eu me assustei, fui correndo ver quem era e me deparei com ele, que pareceu sem graça de me ver pelada, aí eu tive uma ideia. Coloquei um short minúsculo sem calcinha e uma blusinha ainda menor e bem transparente, ele ficou louco, eu disse que ia pegar o dinheiro na bolsa e o vi esfregando o pau por cima da roupa pelo espelho do quarto.

Perguntei se ele queria outro tipo de pagamento e ele não recuou, chegou bem perto e apertou minha buceta por cima do short, beijando meu pescoço, mordendo minha orelha, nos beijamos e ele não soltou minha buceta. Senti os dedos dele entrando pelo ladinho e rebolei gostoso no dedo dele, me esfreguei com vontade no pau duro e passei a bater uma pra ele.

A cara dele agora era de puro tesão, me jogou na cama me chamando de puta, mandou eu ficar bem arreganhada pra ele, obedeci e ele caiu de boca.

Chupou tudo, enfiando a língua em mim com um dedo no meu cuzinho, o deixei me chupar até gozar na boca dele, assim que gozei ele me botou de quatro, lambeu todo o mel e botou a pica de uma vez só, me fazendo gemer alto.

Partimos para a posição frango assado, ele abria minhas pernas ao máximo e delirava ao ver o pau dele entrando e saindo da minha bucetinha, como ele meteu gostoso! Me dava tapas na cara e pedia “Goza, puta, goza na vara do teu macho!”, gozei e ele nada ainda. No meio de tudo ele quis meu cu, senti que o corpo dele tremia e sua pica deslizou toda pra dentro do meu cuzinho, passei a rebolar a bunda pra entrar tudo direitinho.

Embora as minhas pernas já estivessem fracas, ele não parava e eu sabia que ele ia gozar a qualquer momento, a pica dele parecia uma rocha de tão dura no meu cu, ele me rasgando e me enrabando de forma tão deliciosa. Sem aviso, senti o leite quente jorrar dentro do meu cuzinho, com ele me pedindo pra fazer pra sempre isso.

Nos beijamos e conversamos sobre o esquema, depois desse dia nós transávamos sempre, ele me comia em vários lugares da cidade e vivia dizendo que ia largar a mulher pra ficar comigo. Aceitei numa boa ser amante, ele acabou me dando o apartamento e nunca deixamos de nos ver.

358 views views

Contos relacionados

Aniversário com sexo anal

Meu marido é um homem muito gostoso e me dá tesão o tempo inteiro. Somos casados há muito tempo, temos uma vida sexual deliciosa, mas eu estava sentindo falta de inovar, então fui numa sex shop,...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 5 = ?
Desfrute do maior acervo de contos eróticos verídicos da internet e o melhor que o nosso conteúdo é 100% grátis.
© 2021 - Seus Contos Eróticos