Seus Contos Eróticos » Contos de Masturbação » Resistindo a tentação do antigo amor

Resistindo a tentação do antigo amor

Publicado em julho 11, 2022 por stif
Rate this post

Olá galera, hoje vou contar uma história e por motivos se sigilo usarei nomes fictícios, blz?

Então, meu nome é Aline, tenho 25 anos e sou casada desde os 18 com o Paulo. Apesar de me casar bem novinha, o Paulo não foi o meu primeiro homem, eu já tinha perdido a virgindade com outra pessoa quando nos conhecemos. O meu marido é uma pessoa super legal, atencioso e nunca me deixou nada faltar. O único defeito dele, é que ele gosta de usar drogas e isso me deixa um pouco chateada por motivos óbvios.

Eu sei que é um vício terrível e que não é fácil largar, e também não é alto que interfere tanto na nossa vida porque ele sempre se controla e usa mais por diversão. O problema é que ultimamente ele tem me deixado muito tempo sozinha, para curtir e se drogar com alguns amigos. As vezes ele me leva, mas eu não gosto do que eu vejo e opto por ficar em casa algumas vezes.

Reencontrando um amor do passado

Há algumas semanas um cara chamado Julio voltou a morar no nosso bairro. Ele foi embora há mais ou menos 7 anos e agora retornou com mulher e filhos. O Julio foi o meu primeiro amor e o cara quem tirou minha virgindade, porém apenas eu ele sabemos disso. Foi uma decisão nossa e nunca contamos para ninguém que namorávamos escondido quando mais jovens. O Paulo sabia que eu não era virgem, porém nunca soube com quem eu tinha perdido.

Com o passar dos dias, o Julio foi ficando cada vez mais próximo. Ele me encontrava no supermercado, na feira ou até mesmo no shopping e não parava de me olhar. Quando estava com a esposa, ele até mesmo já veio me cumprimentar. Era algo surreal, eu estava com o meu marido e de cara com o meu ex amor.

Desde o início o Paulo sempre me completou em tudo, eu era bem feliz com ele. Na cama o sexo era surreal, não faltava nada em casa e ele nunca foi violento comigo. Além disso, o Paulo é um cara super romântico e sempre me faz alguma surpresa melosa. Eu realmente não tenho motivos para traí-lo, mas confesso que fiquei bastante perturbada com a volta do Julio.

Um amor nunca se acaba por inteiro

Certo dia o Paulo saiu com os amigos para farrear e eu estava com dor de cabeça, pedir para ficar em casa. Com o passar das horas, a dor só aumentava e então decidir ir sozinha ao posto de atendimento médico 24 horas. Por coincidência o Julio estava lá com seu filho mais novo, eu cheguei primeiro e fui rapidamente atendida, medicada e depois liberada.

No entanto, assim que sair do consultório médico o Julio estava a me esperar. Ele me oferece um cigarro e eu aceitei. Então sentamos fora da unidade de saúde para fumarmos e conversar um pouco.

  • Julio: Nossa, como você continua linda e tão gostosa. O tempo foi ótimo para você, ficou ainda melhor.
  • Eu: Ah Obrigado, mas nem é pra tanto rsrs
  • Julio: Claro que é. E esse seu cheiro (me cheirou no pescoço), nossa é surreal. Como eu pude deixar você escapar de mim? Eu me arrependo tanto, era comigo que você deveria estar.
  • Eu: Não faz isso por favor, se aconteceu assim foi porque Deus quis assim. Além disso você tem uma família linda e está bem feliz.
  • Julio: Verdade, eu sou feliz. Mas isso não significa que eu não possa te amar. Eu nunca esqueci nada do que vivemos até hoje e quando eu te vejo meus olhos ainda brilham.
  • Eu: Eu entendo, eu também sinto algo forte quando te vejo, apesar de tantos anos distante. Você foi o meu primeiro homem, meu primeiro amor, jamais esquecerei.
  • Julio: Então o que acha se nos encontrarmos pelo menos um dia para matarmos essa saudade? Eu sinto que nossos corpos imploram por esse reencontro.
  • Eu: Toda sem graça e bastante excitada pois o safado não tirava a mão da minha coxa – Bem que eu queria, mas eu sou casado e você também. Não seria legal, não seria ético da nossa parte.
  • Julio: Pelo menos uma vez, faça isso por nós. Eu também não me orgulharia de trair a minha mulher, mas eu abro uma excessão para te encontrar mais uma vez. O que acha ?

Resistindo ao grande amor da minha vida por respeito ao meu marido

As minhas pernas chegou a tremer de tanto tesão, eu queria muito sair com aquele cara. Mas eu nunca tive coragem de trair o Paulo, ele é um homem bom e me faz feliz. Não posso arriscar perder tudo o que conquistamos por conta de uma paixão antiga.

Então com muito aperto no coração eu disse não para o Julio e fui embora. Quando olhei para trás vir o Julio triste e desolado me olhando com os olhos brilhando. Era algo que me doía muito por dentro também, mas é assim que tem que ser.

Chegando em casa eu fui rapidinho pro banheiro e vi que molhei a calcinha. Era tanto tesão, tanta saudade daquela pica gostosa que eu sabia bem como entrava na minha buceta. Foi algo tão marcante que apesar de tantos anos depois o Julio ainda consegue me fazer gozar facilmente. Bati uma siririca deliciosa onde enfiava os dedos na minha buceta e gozava cada vez mais.

Depois daquela noite eu encontrei o Julio outras vezes, era sempre a mesma sensação de desejo para fazer o pecado mas até hoje me controlo. Nunca tive coragem de conversar sobre isso com ninguém, nem mesmo para minha mãe eu falei. Por isso é ótimo compartilhar nossas histórias aqui no melhor site de contos eróticos.

395 views views
Rate this post

Contos relacionados

Sou safada e amo me exibir

Olá, sou branca, baixinha, cabelos no ombro, peito grande e durinho e uma bunda enorme que uso muito a meu favor. Sou casada e meu marido é muito ciumento. Não tenho coragem de trair, mas amo ser...

LER CONTO

Relato de uma morena gostosa com vibrador

Esse é um relato de uma morena gostosa com vibrador cheia de tesão que acordou com vontade de amar, de sentir prazer. Então comecei a sentir meu corpo, toquei meus seios que já estavam durinhos de...

LER CONTO

Eu e meu marido nos masturbando juntos

Despertei e não vi meu marido na cama, ele já tinha saído para trabalhar. Acordei com muito tesão, passei minha mão pela calcinha que eu estava usando e a senti encharcada, de fato eu tivera um...

LER CONTO

Gozando com consolo grande pela primeira vez

Gozando com pica de borracha grande na bucetinha Olá, eu me chamo Fernanda e hoje venho contar a todos a minha primeira experiência com consolo socado na minha bucetinha. Eu sou uma ruiva,...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 4 = ?
Desfrute do maior acervo de contos eróticos verídicos da internet e o melhor que o nosso conteúdo é 100% grátis.
© 2022 - Seus Contos Eróticos