Seus Contos Eróticos » Relatos » Encontro com a bancária gostosa

Encontro com a bancária gostosa

Publicado em maio 20, 2021 por store
1.5/5 - (2 votes)

A bancária gostosa deu mole

Conheci Marcela no tinder, a foto do perfil dela realmente chamava a atenção.
Um óculos nos olhos que escondia seu rosto lindo, por sinal um dos sorriso mais bonitos que já vi ate hoje. Foi like , sem nem olhar mais nenhuma foto dela , e o match da parte dela facilitou tudo para um dialogo promissor

Começamos a conversar as 21 00 da noite de quarta feira e soube que ela era bancaria, chefe de um setor em seu banco, Marcela era a típica loira que faz apaixonar se você não tomar cuidado. A conversa fluía ate que foi apimentando e o inevitável aconteceu, ambos gozamos juntos por telefone , um ouvindo o gemido do outro.

Marcamos para a próxima semana, eu estava sem carro naquele dia e ela se prontificou a me buscar no metro Barra Funda, com uma condição… que eu soubesse que iria encontrar ela e não iriamos transar, fiquei sem entender mas iria respeitar, pois apesar de amar sexo, sei que tudo tem que acontecer com aprovação dos dois.

Tomei um banho e fui ao metro, chegando na estação desejada fui ao banheiro, uma ultima borrifada de perfume, passei o meu perfume favorito Leau Dissey da Ysseii Miyake e fui ao encontro de Marcela. Ao chegar no estacionamento, um C3 preto e dentro dele lá estava ela, loira de 1,60 de altura, cabelos lisos, um corpo escultural que desenhava na sua calça legging e camiseta preta bem básica… o pior erra que ela poderia ter cometido ela cometeu… esmalte vermelho na mão. Eu fiquei maluco quando vi aquele esmalte maravilhoso na mão dela, reparei nela inteira e so de imaginar que aquela mão dela tocou sua própria xana pensando em mim dias atrás me fez pensar muito no que poderia acontecer.

Entrei no carro e fui recebido com um sorriso e um abraço e um beijo na boca bem gostoso, começamos conversar dentro do estacionamento sobre nossas vidas e Marcela me contou sobre sua separação, sobre sua filho e sobre seus gostos, entre as conversas rolava um beijo e outro beijo. Falei sobre mim também, recebi um elogio do meu perfume, e ela tomou iniciativa, falando se poderíamos sair de la, eu fui bem direto NÂO iremos sair não, e falei num tom mais alto,

Falei sobre mim também, recebi um elogio do meu perfume, e ela tomou iniciativa, falando se poderíamos sair de la, eu fui bem direto NÂO iremos sair não, e falei num tom mais alto.

-Você não disse que não ria rolar nada, então não vai rolar, ela insistiu disse que queria e estava disposta, eu fiz o famoso cu doce, estava louco pra foder ela mas fiz charme, por 20 minutos….Mas no fundo eu queria dizer sim logo no primeiro minuto. Dentro do carro Marcela pegou em meu pau e me masturbou, gozei sem nem ter sido chupado.

Foi o tempo de sairmos de lá rumo a um hotel localizado na AV consolação, ela estacionou o carro e subiu enquanto eu paguei a conta, peguei cervejas e subi para consumar o ato que queria desde aquela quarta feira por telefone. Entrei tomando um cerveja e algumas mais na sacola, dei uma pra ela e começamos nos pegar, mandei ela parar, fui ao banheiro, tomei uma ducha e voltei..

Agora sim com o cacete limpinho pra ela sujar de novo… ela ajoelhou pegou sua mão com aquele esmalte e começou a chupar meu caralho, enquanto chupava ela passava a língua na cabeça do meu pau, sugando a cabecinha dele, eu delirei de tesão, meu pau parecia que ia explodir de tão duro que estava.

Deitei Marcela me abaixei e comecei a chupar ela, uma bucetinha pequena, lisinha sem pelos .
ela gozou a primeira vez na minha língua, aquela gozada bem gostosa, enquanto ela gozava eu olhava nos olhos dela , sentia o prazer de ver uma mulher gozar pra mim

Virei Marcela de quatro, abri o cú dela e comecei a chupar seu cuzinho, enquanto chupava seu cu, eu fodia com meu dedo a buceta dela, uma nova gozada de quatro da parte dela, dessa vez com a cara encostada no colchão e as mãos segurando e puxando o lençol branco.

Chegava a hora de foder aquela buceta, a duvida se colocava ou não a camisinha, não pensei duas vezes, coloquei SEM camisinha , entrou bem devagarzinho de quatro na buceta dela, ele gemeu baixinho elogiando meu cacete, comecei bem devagar e aos poucos fui fazendo o movimento, ela não resistiu…. gozou novamente dessa vez tomando pintada.

Virei ela de frente coloquei a perna dela no meu ombro e comei a foder ela olhando nos olho dela fui metendo com cara de safado, enfiando cada centímetro da minha rola grossa.

Chegava a vez de eu gozar, tirei de dentro da buceta dela, peguei ela pelos cabelos e falei pra abrir a boca, ela abriu inteira pra sentir meu cacete soltar porra dentro da boca dela.

Assim eu fiz, ejaculei bem forte com tesão, meu cacete soltou muita porra, ela foi engolindo aos poucos meu leite do prazer e sentir meu pau amolecendo dentro da boca dela. Deitei na cama morto, com as pernas tremendo depois de gozar tão gostoso.

Marcela deitou no meu peito e disse que tinha adorado, ficamos até o amanhecer dormindo, não precisava de mais sexo, a primeira e única trepada foi suficiente para ser inesquecível.

Marcela seguiu a vida dela, eu segui a minha e ambos temos contatos em redes sociais até hoje. Ficou a lembrança daquela noite maravilhosa de uma avenida de SP, que em um quarto de hotel aconteceu um sexo, maravilhoso gostoso e o sentimento de que valeu a pena ter conhecido Marcela.
A vida seguiu….

1.037 views views
1.5/5 - (2 votes)

Contos relacionados

Relato de uma morena gostosa com vibrador

Esse é um relato de uma morena gostosa com vibrador cheia de tesão que acordou com vontade de amar, de sentir prazer. Então comecei a sentir meu corpo, toquei meus seios que já estavam durinhos de...

LER CONTO

Dei carona e comi a desconhecida

Levei no caminhão e comi a desconhecida safada Me chamo Paulo, tenho 35 anos, sou caminhoneiro há 15 e conheço muitos lugares nesse Brasil. Sou casado e sempre tentei me manter na linha, mas...

LER CONTO

Novinha transou com um velho por dinheiro e gostou

Novinha dando pro coroa que pagou bem Hoje vou contar uma história de uma jovem latina que ficou desesperada ao viajar para outra cidade em busca de estudos e acabou perdendo o emprego de...

LER CONTO

O dia que comi minha prima do cuzão

Pauzudo transando com prima rabuda na cama Olá, vou contar um curto relato sobre um jovem sortudo que teve o privilégio de transar com sua prima novinha da bunda grande. Sobretudo essa putinha...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 2 = ?
Desfrute do maior acervo de contos eróticos verídicos da internet e o melhor que o nosso conteúdo é 100% grátis.
© 2022 - Seus Contos Eróticos