Seus Contos Eróticos » Fetiches » Fiz sexo no consultório do dentista

Fiz sexo no consultório do dentista

Publicado em abril 15, 2021 por store

Fodendo no consultório da dentista

Minha dentista era uma mulher muito atraente, uma beleza clássica, se vestia de maneira formal, pernas longas, cabelos loiros na altura da cintura, ela usava um rabo de cavalo que me deixava louco. Eu tinha uma paixão louca por essa mulher, nós sempre nos divertíamos na consulta, ela ria bastante e eu me perguntava se ele sentia meu interesse por ela. A secretária dela me ligou num certo dia, perguntando se eu poderia alterar o horário da consulta devido a uma urgência com um dos pacientes da dentista, aceitei prontamente e fui pra consulta às sete da noite mesmo.

Ela parecia mais animada do que o normal, eu sabia que aquela era a minha última sessão de limpeza, já estava ficando triste por me dar conta de que demoraria pra vê-la novamente. Olhei para baixo para disfarçar minha decepção e reparei que o vestido dela era mais curto que o normal, ela sentada na cadeira bem pertinho de mim, as pernas abertas e sua calcinha de renda branca ali, brilhando na minha direção. Ela fez de conta que não dava pra ver nada e finalizou o procedimento, eu podia sentir meu pau ficando duro dentro da cueca, não queria ir embora.

Ela disse que ia ao banheiro, fiquei esperando no consultório e ela voltou com o jaleco fechado, trancou a porta e se virou sorrindo pra mim. Abriu o jaleco e eu quase enfartei, ela usava lingerie toda branca, seios fartos querendo pular do sutiã minúsculo, uma cinta de renda, saltos altos e aquele rabo de cavalo de safada. Ela andou devagar até mim, tirou minha blusa e minha bermuda, minha ereção já estava chegando do outro lado do consultório, nos beijamos e nosso encaixe foi perfeito, ela me beijava e me pegava inteiro, eu passava as mãos pelo corpo perfeito dela sem acreditar na minha sorte.

Enfiei a mão dentro da calcinha e senti ela toda melada, prontinha pra levar pica, deitei-a na cadeira hidráulica, era uma visão maravilhosa, e levantei aquele rabo redondo e gostoso pra mim. Eu ia foder ela do jeito que ela estava, afastei a calcinha pro lado e deslizei meu pau bem devagar, só aí ela já gemeu tão gostoso que quase gozei nas primeiras bombadas, ela falava que queria há muito tempo, mas estava com vergonha de dar em cima de um paciente, fodi ela com mais velocidade depois disso, compensando todas as vezes em que quis comer ela em todas as posições e não pude.

Segurar o cabelo dela e botar com tudo me fez gozar, gozei dentro dela e ela pediu mais. Virou-se, sentou na cadeira de frente pra mim, mandou eu chupar a bucetinha dela, aquilo era o paraíso, cada pedacinho daquela mulher era perfeito, a buceta dela tinha um gosto muito suave, dava vontade de sugar até a última gota. Senti meu pau ficando duro de novo e meti mais uma vez, ela cruzou as pernas no meu corpo, me segurando enquanto eu brocava a buceta apertada dela, ela gozou me olhando nos olhos, pedindo pra eu não ir antes de comer o rabo dela, o desejo dela era uma ordem.

Levei-a nos braços até o sofá do consultório, a coloquei de lado e de costas pra mim, cuspi na mão e passei no cuzinho dela, ela gemia e pedia baixinho pra eu ser gentil. Fui forçando a cabecinha até passar, ela gemia muito gostoso o tempo todo, era difícil não gozar logo com ela, aumentei a velocidade aos poucos, vendo meu pau entrando e saindo daquele cu maravilhoso, o fio dental me deixando louco, eu não parei enquanto ela não molhou o sofá todo, gozou que nem louca uma série de vez, falando que era o que ela mais gostava, que ninguém tinha comido o cu dela assim, parecia que eu conhecia o corpo dela todo.

Ela levantou e me cavalgou, quando eu estava quase gozando de novo ela pulou pra tomar o leite todo, ficou me punhetando e não deixou cair uma gota no chão, lambia a porra toda do meu pau e sorria pra mim. Eu agradeci pela consulta maravilhosa, ela riu e disse que nosso próximo horário seria em outro lugar, fui pra casa completamente louco pela dentista.

1.721 views views

Contos relacionados

Sou uma morena, tenho 31 anos, sou casada. Meu marido é um homem que sabe o que fazer com uma mulher, sabe trabalhar direitinho com as mãos, língua e sobre tudo com seu pau. Ufa! Como é gostoso. ...

LER CONTO

Dando uma rapidinha no hospital

Dando uma rapidinha gostosa no hospital durante o expediente Trabalhar no hospital não é fácil, todo dia lidamos com a dor de perder alguém, mesmo que não seja ninguém próximo a nós,...

LER CONTO

Tratamento especial da enfermeira

Esse relato aconteceu há uns anos. Eu sempre gostei de aventuras quando era mais novo e era um pouco irresponsável também. Dessa forma, um dia eu bebi um pouco demais, sofri um acidente e só me...

LER CONTO

Dando para o motorista de aplicativo

Fodendo com o motorista gostoso Bati na janela de seu carro, eu precisava de um táxi. Perguntei se ele trabalhava com um app que uso, ele meio que se assustou com a batida e sinalizou que sim,...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 4 = ?
Desfrute do maior acervo de contos eróticos verídicos da internet e o melhor que o nosso conteúdo é 100% grátis.
© 2022 - Seus Contos Eróticos