Seus Contos Eróticos » Lésbicas » Lésbica ensinando os prazeres para a amiga

Lésbica ensinando os prazeres para a amiga

Publicado em junho 7, 2021 por store

Lésbica safadinha ensina a amiga como se chupa buceta

Oi, me chamo Gabriela tenho 22 e na época apenas 19 (fictício) e hoje vim contar uma situação que aconteceu comigo e uma amiga.

O nome dela é Yasmin (Fictício) tinha 18 anos na época , morena, tem os seios grandes, os olhos castanhos claros e cabelo cacheado.

Eu sou branquinha, buceta rosinha peitos durinhos e médios, cabelo castanho claro.

Bom, agora vamos pro assunto. Minha mãe estava viajando, fui criada apenas por ela, não tenho irmãos. Ou seja, fiquei sozinha em casa…ela é empresária e quase nunca para em casa.

Certo dia, minha amiga Yasmin veio pra passar o dia comigo, fofocando, tomando banho de piscina essas coisas.

Ficamos um tempo na sala conversando, ela estava de vestido e eu de short e camiseta, estava um pouco calor nesse dia, na sala, conversamos sobre tudo, até chegar em sexo. “Miga não sei o que fazer, acho que nunca gozei no sexo”

Eu: “Como assim amiga? Vc tem um corpão”

“não sei, será que o problema é comigo?”

Eu: “Claro que não, esquece isso”

Sugeri irmos pra piscina, mas ela não tinha trago o biquíni, fui no meu quarto e peguei um emprestado pra ela. Na sala mesmo, ela tirou a roupa. Pelo pouco que eu consegui ver da buceta dela era raspadinha e tinha os lábios grandes.

Coloquei meu biquíni e fomos pra piscina, ficamos um tempo até ela sair e se deitar numa das espreguiçadeiras. Fiquei um pouco mais e depois me sentei ao lado dela.

Foi quando ela tocou no assunto novamente

“mas sério amiga, o que eu faço? Nunca gozei e tenho que ficar fingindo pro Rafael, o problema deve ser com a minha buceta”

Então, ela puxou o nó, revelando sua buceta molhada. Tinha o grelo bem exposto e os lábios grandes.

Eu: “Yasmin! Guarda isso”

“Vê só”

Ela pegou minha mão e levou pra buceta dela, inocentemente, a minha já babava dentro do biquíni. Ela me olhava com expectativa

Eu: “Parece normal pra mim”

“Tem certeza? Vê direito”

Guiando a minha mão, ela foi passando pela buceta dela.

Eu: “Sim acho que sim”

“Vou comparar”

Foi quando de repente ela puxou o nó do meu biquíni e expôs minha bucetinha babada, ela começou a passar a mão e eu me segurando pra não gemer.

“A sua é mais…sei lá… parece ser mais gostosa que a minha”

Eu: “Vamos conversar lá dentro, antes que alguém nos veja”
Entramos e voltamos pra sala.
Eu: “Vamos ver como posso te ajudar… já bateu siririca?”
Ela negou“Não, sabe que meus pais são da igreja e talz”
Eu: ”Eu posso te ensinar e vc faz antes do sexo, deve ajudar, tudo bem?”

Ela concordou. Tirei a parte de cima e ela me seguiu. O bico dos peitos dela eram inchadinhos e me dava água na boca.
Abrimos as pernas uma de frente pra outra e fui passando a mão pelo grelinho, fazendo leves movimentos e gemendo baixinho.

“Eu não consigo, não sinto nada”
Eu: “Calma, vou te ajudar”
Fui até a buceta dela e me abaixei. Coloquei as mãos dela nos próprios peitos e com os meus dedos, fui tocando o grelo dela. Coloquei entre meus dedos e fui fazendo movimentos de vai e vem.

Eu: “Você tem que ir devagar, sem pressa…viu? Já está ficando molhada”
“Aaah isso é bom… continua”
Sentia minha buceta escorrendo e pingando no chão de tesão. Fui esfregando até chegar na entrada dela, enfiei um dedo e comecei foder a buceta dela.
“AAAH isso continua por favor hummm”

O grelinho dela pulsava convidativo. Caí de boca nele sugando e olhando pra Yasmin. Ela estava com os olhos fechados e a boca aberta.

“Isso porra é muito bom me fode vaaai por favor não para”

Não demorou muito pra ela gozar na minha mão, foi um gozo demorado e bem molhado.

“Ah meu Deus, eu não sabia que era tão bom…”

Eu: “Que bom que gostou…”

Minha buceta latejava querendo atenção.

Eu: “Se vc não se importar…”

Eu me deitei e abri as pernas, tocando uma siririca gostosa.

“eu quero ajudar vc também”

Eu: “Vá no meu quarto e pega uma caixa embaixo da cama”

Ela foi rápido e voltou, minha caixa de brinquedos. Ela pegou um pau de borracha e me mostrou

Eu: “Quero seus peitos na minha boca”

Não precisei pedir duas vezes, ela colocou um peito na minha boca e enfiou o brinquedo com tudo na minha buceta. Abri mais as pernas e pedi no cuzinho ela enfiou no meu cuzinho.

Gritei e pedi por mais, com a mão disponível, ela começou a esfregar meu grelo.

“aaah porra isso me fode me fode me fode”

Meu gozo espirrou por toda parte. Ela me olhava espantada.

“Eu quero um desses…”

Eu: “Seu cuzinho é virgem?”

“Sim, vá devagar por favor”

Ela virou de quatro e empinou a bunda pra mim. Abri com as mãos e meti a língua, o cuzinho era lisinho e tinha gosto do mel dela que escorreu.

Enfiei um dedo e ela gemeu baixinho, fui movimentando e comecei a bolinar o grelo dela, logo, coloquei mais um dedo e comecei a meter mais forte. Ela já gemia alto e escorria de tesão. Peguei um pau de borracha e lambuzei com lubrificante, comecei a enfiar devagar, o cuzinho dela estava acostumando com o tamanho.

Quando coloquei tudo, comecei a movimentar mais rápido. Com pouco tempo, ela gritava e pedia para eu fodê-la e não parar. Comecei a chupar a buceta dela enquanto metia no brinquedo no cuzinho dela.

Depois de alguns minutos ela gozou e espirrou por todo o meu rosto.

“Ah meu Deus…foi incrível”

Sem tirar o pau de dentro do cuzinho ela se sentou no sofá.

“Obrigada”

Eu: “Posso te oferecer mais, se quiser”

Ela alisou sua buceta

“Claro que quero”

2.382 views views

Contos relacionados

Sexo gostoso na cachoeira

Oi, sou Dani, tenho 20 aninhos e esse conto é verídico. Eu nunca tinha ficado com uma mulher, esse foi meu primeiro contato com uma. Eu tinha uma melhor amiga e a gente fazia tudo juntas. Nessa...

LER CONTO

Fodendo a filha da empregada

Fodendo a filha da empregada . Eu havia acabado de completar 18 anos. Estava com os hormônios a flor da pele, já havia trocado beijos e uns amassos com uns 3 meninos.Mas eu gostava mesmo era de...

LER CONTO

Minha primeira experiência lésbica

Primeira experiência lésbica Eu tinha dezenove anos quando tive a minha experiência lésbica, meu nome é Lara e vou contar como foi esse momento. Comecei a sentir coisas diferentes por...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 3 + 5 = ?
Desfrute do maior acervo de contos eróticos verídicos da internet e o melhor que o nosso conteúdo é 100% grátis.
© 2022 - Seus Contos Eróticos