Seus Contos Eróticos » Velhos com Novinhas » Transei com minhas enteadas

Transei com minhas enteadas

Publicado em abril 20, 2021 por store

Fodendo minhas enteadas gostosas

Eu sou um homem casado, tenho 39 anos, corpo definido porque malho todos os dias, moreno e bem alto. Tenho a sorte de ser casado com uma tremenda gostosa, loira, corpo todo torneado também, ela virou uma deusa quando terminou seu casamento com o primeiro marido, ganhei duas enteadas de dezoito anos.

São duas maravilhosas, peito empinadinho, bumbum durinho, loiras que nem a mãe, duas gostosas. Eu e minha esposa íamos muito motel porque ela era um furacão na cama, morríamos de medo das filhas ouvirem qualquer movimento, então frequentávamos bastante. Num dia qualquer, nós dois tomamos umas garrafas de vinho em casa, ficamos com muito tesão e fomos correndo pro quarto, ela tirou a roupa em dois segundos e pegou meu pau com a maior violência de dentro da calça, subiu em cima de mim e cavalgava muito rápido e seus gemidos estavam ficando mais intensos.

Quando olhei pelo espelho vi minhas enteadas nos espionando, aquilo me deu muito tesão, minha mulher disse que gozaria, pedi pra ela gozar na minha boca, no que ela rapidamente obedeceu, sentou na minha cara e rebolou até estremecer num orgasmo delicioso. Ficou de quatro e ordenou que eu comece o rabo dela, soquei com força e inundei seu cu de porra. Depois disso dormimos e a surpresa veio no dia seguinte.

Minha esposa foi trabalhar e eu tive um dia de folga na semana, aproveitei para acordar cedo e ajeitar umas coisas em casa quando vejo as duas andando só de calcinha, uma de calcinha preta e a outra de calcinha vermelha. Tentei parecer normal, mas o volume foi visível na minha samba-canção, ia sair de fininho pro quarto e elas me abordaram já passando a mão no meu pau, a outra me dando beijos no pescoço, falando que queriam saber o que tinha feito a mãe delas gemer tanto noite passada.

Fiquei imóvel quando vi que uma me fazia um belo boquete e a outra mandou eu deitar pra ela botar a bucetinha na minha cara pra eu chupar. Elas se revezavam entre serem chupadas por mim e me chupar até que começaram a cavalgar um pouco de cada vez, a primeira gozou com meu pau dentro dela e disse pra irmã gozar pra eu comer o cuzinho das duas. Eu já estava louco de tesão.

Mandei a primeira deitar-se de barriga pra baixo e comecei a forçar a entrada do cuzinho rosa dela, ela olhava pra trás e fazia cara de safada, com as duas mãos arreganhando a bunda pra mim. Bombei gostoso no cu dela, a segunda deitou-se do nosso lado e eu enfiei três dedos na sua buceta, ela ficava de pernas abertas e se esticava pra me beijar de vez em quando, as duas soltando gemidos enlouquecedores. Quando a primeira gozou eu fui comer o rabo da segunda, ela ficou de quatro e botou a bunda lá no alto pra mim, soquei nela e enfiava o pau na irmã só pra fazer graça, estava me divertindo demais com essas safadas.

As duas ficaram de joelhos quando eu disse que estava prestes a gozar e abriram a boca sedentas pelo meu leite, gozei na cara das duas, melando seus rostos lindos, nem parecia que eu tinha transado na noite anterior de tanta porra que saiu. Elas me avisaram que queriam de novo e eu mal podia esperar a hora de ficar sozinha em casa novamente com as duas, com o detalhe de que minha esposa demorou muito pra voltar pra casa neste dia e ainda transei separadamente com as duas.

6.183 views views

Contos relacionados

A filha da minha vizinha é minha

Minha Vizinha tem uma filha única. Mas única em tudo. Uma bela mulher com jeitinho de menina, baixinha, peitinho pequenos, pernas grosas e uma bunda maravilhosa. Um espetáculo de mulher, 28...

LER CONTO

Mais um professor gostoso de tirar o fôlego

Sexo com meu professor gostoso e safado Meu nome é Juliana, tenho 22 anos e quando tinha 19, eu era aluna de um professor muito bonito e carismático, que deixava as alunas loucas. Quando a aula...

LER CONTO

Transando com o amigo do meu pai

Olá, me chamo Juliana, sou universitária, 23 anos de idade, loirinha, olhos castanhos, seios médios e bunda bem empinadinha. Eu sempre fui diferente das garotas da minha idade, sempre curti homens...

LER CONTO

Perdendo a virgindade com o chefe

Oi eu sou a Sara tenho 23 anos, sou fininha, tenho 1,67 de altura, sou Negra,tenho um cú bem empinado e gostoso tenho cabelos lisos e pretos, Sou Virgem,e sou secretária de uma empresa muito...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 5 + 4 = ?
Desfrute do maior acervo de contos eróticos verídicos da internet e o melhor que o nosso conteúdo é 100% grátis.
© 2022 - Seus Contos Eróticos