Seus Contos Eróticos » Incesto » Comendo minha prima e a filha de 18 dela

Comendo minha prima e a filha de 18 dela

Publicado em março 2, 2024 por store
4.2/5 - (131 votes)

Transei com a minha prima e a filha dela

Era um sábado, estávamos comemorando o aniversário do marido da minha prima, ela tinha 40 anos e um corpo de dar inveja em qualquer mulher mais nova, a filha dela tinha 23 e já seguia os passos da mãe, linda e gostosa, duas perdições. No churrasco o marido dela bebeu muito e ficou jogando conversa fora com os amigos, eu ia ficando mais safado nas conversas com minha prima a medida que a bebida ia entrando.

A filha dela conversou muito comigo durante a festa e eu não sabia de quem eu tava mais a fim, quando tudo acabou eu não tinha carona pra voltar pra casa e minha prima me convidou pra passar a noite, aceitei e me propus a ajudar a carregar o marido podre de bêbado, ele tinha passado muito do ponto e estava dormindo aos roncos na sala da casa.

Assim que colocamos ele na cama ela deu a volta e veio comigo pra sala, reclamando do consumo de álcool do marido, deitou comigo de conchinha no sofá, usando só um short jeans e uma camiseta de alça e eu controlando a ereção, mas era quase impossível.

Ela foi jogando o quadril pra trás, coloquei meus braços pra frente e apalpei os seios dela, ela virou a cabeça e me olhou com cara de safada. Abaixei o short e a calcinha dela bem devagar e coloquei o pau pra fora, com a outra mão comecei a esfregar o grelo até ela ficar molhadinha. Botei e tirei a cabecinha várias vezes e ela, toda sedenta, fez entrar tudo numa empurrada só, um buraco delicioso e quente. Meti sem dó, nosso cobertor já tinha caído no chão e fiquei com medo do corno acordar e ver a gente.

Só que quem apareceu no meio disso tudo foi a filha dela, deve ter nos ouvido e veio ver o que estava acontecendo. Minha prima pareceu envergonhada e disse que iria subir e tentar dormir, quando eu pensei que tinha estragado tudo a filha dela me pergunta se eu não queria finalizar com ela. Mal pude acreditar, meu pau duro e latejando ainda, fomos até o quarto dela, ela levantou a camisola, sem calcinha, e mostrou a bucetinha brilhando pra mim, cheguei pertinho e abaixei pra lamber aquele mel gostoso que ela tinha.

Ela era bem magrinha, tava louco pra botar meu pau todinho nela, ela chupou como uma profissional, quase gozei na boca dela. Ela ficou deitada na cama, de barriga pra baixo e me chamou pra comer ela com força, a buceta dela era tão apertada, meti devagar, mas logo bombei que nem louco, segurei uma perna dela pra cima e meti até sentir as pernas dela tremerem e ela gozar gostoso com minha pica dentro. Não satisfeita, ela quicou em cima de mim com dois dedos meus no cuzinho dela, chamava meu nome e me implorava pra dar leitinho na boca, enlouqueci, parecia o maior prêmio da noite, soquei meus dedos e meu pau até que gozamos juntos e caímos suados lado a lado na cama.

Dormi no chão da sala pra disfarçar e pela manhã me despedi e voltei pra casa com um sorriso de orelha a orelha, até hoje o segredo permanece entre nós três.

37.234 views views
4.2/5 - (131 votes)

Contos relacionados

Fazendo sexo com a prima gostosa

Essa é uma história que realmente aconteceu e foi recentemente. Meu nome é Ricardo e eu tenho 22 anos, a minha prima se chama Fernanda e tem 19. Esse conto foi algo marcante na minha vida pois eu...

LER CONTO

Tio dotado fodendo a sobrinha e sua amiga

Tio dotado sendo chupada por duas putas gulosas Vou contar a história de duas ninfetas sedentas por sexo chupando a pica do tio de uma delas. No entanto a novinha mulata convida sua amiga para ir...

LER CONTO

Fodendo minha tia crente gostosa

Minha tia crente gostosa liberou pra mim Eu tenho uma tia crente fervorosa chamada Melissa. Ela é casada há uns 15 anos, tem 48 anos e apesar das roupas discretas que usa, sempre percebi que...

LER CONTO

Meu tio me flagrou com meu primo e participou

Esse relato que estou contando aconteceu quando eu tinha 18 e meu primo 19 anos. O nome dele é Adriano, sempre fomos muito próximos porque morávamos na mesma casa com meus avós. Nossos pais sempre...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 1 = ?
Desfrute do maior acervo de contos eróticos verídicos da internet e o melhor que o nosso conteúdo é 100% grátis.
© 2024 - Seus Contos Eróticos