Seus Contos Eróticos » Contos de Traição » A proposta safada para minha cunhada

A proposta safada para minha cunhada

Publicado em março 15, 2021 por store
3.5/5 - (8 votes)

Recebi uma mensagem da minha cunhada no whatsapp pedindo 100 reais emprestado, porque ela estava precisando pagar uma conta e como estava sem emprego, as coisas começaram a apertar.

Pensei comigo mesmo: Vou fazer uma proposta pra ela, se aceitar eu empresto. Eu sempre tive muito tesão na minha cunhada, era um tipo de mulher que me atraía e me deixava louco com sua personalidade forte, de atitude.

Nunca havia rolado nada entre nós, mas as vezes eu soltava algo no ar e ela não gostava, sempre dizendo que eu era casado com a irmã dela e que nunca iria rolar. Fui um pouco direto na resposta, disse que emprestava se ela fosse ao motel comigo.

Pense numa mulher brava! Me xingou de tudo quanto é nome, eu recebia um áudio a cada 10 segundos com a fúria daquela mulher, até mesmo ameaçando contar para minha esposa, irmã dela.

Quando ela parou de mandar os áudios, tirei uma foto de um maço de dinheiro e disse que se ela quisesse era todinho dela. Depois de 10 minutos ela ficou online sem me responder, então mandei outra mensagem perguntando se ela toparia ou não o acordo.

Aumentei muito mais a proposta e brinquei dizendo que ainda pagaria uma cerveja no motel. Isso era por volta das 17 horas, quando finalmente ela me respondeu que toparia por estar precisando muito da grana.

A gente acabou acertando o horário e o motel. Saí da empresa nesse dia e a peguei no local combinado. Ela foi comigo no carro sem falar uma palavra, nós dois estávamos bastante nervosos. Ela estava até com o rosto vermelho e eu não sabia se era de nervoso ou de vergonha.

Chegamos ao motel e resolvi criar um clima tomando um banho com ela. Nós dois fomos juntos para o chuveiro e lá dentro percebi ela olhando para o meu cacete duro bastante surpresa.

Ela não tirava os olhos da minha pica. Logo saímos do banho, fomos para a cama e tirei sua toalha e deixei a minha cair, revelando meu pau grande e grosso mais uma vez. Eu olhei pra ela, agarrei sua mão e coloquei no meu pau, fazendo ela tocar uma punheta bem gostosinha pra mim.

Logo ela não aguentou, ajoelhou e caiu de boca no meu pau, chupando de um jeito muito gostoso, como ninguém havia me mamado antes. A cabeça da minha pica estava bastante inchada e ela continuou mamando, ela teve um pouco de dificuldade, pois meu pau é bem grosso.

-Isso, vadia! chupa minha pica inteira, sei o quanto você tava louca por isso e eu também.

Tirei o pau e enfiei novamente em sua boca, dessa vez em um ritmo mais intenso, movimentando meu quadril para frente e para trás, como se estivesse fodendo ela. Depois de uns minutos com ela me chupando, a puxei, dei um beijo gostoso e bem molhado em sua boca. Ela já estava entregue à mim.

Ela se deitou na cama, e vi seus biquinhos dos seios, enrijecidos de tesão. Me aproximei, vi sua buceta toda melada, cai de boca e comecei a chupar. Ela ficou cada vez mais molhada, senti sua buceta escorrer pela minha língua e logo enfiei-a dentro daquela bucetinha gostosa, sentindo seu melzinho escorrer pela minha boca.

Depois de chupar ela todinha, meti meu pau de uma vez só dentro da sua buceta. Ela teve o primeiro orgasmo logo de cara, meu pau estava bem duro, comecei a gemer e levantei suas pernas de um jeito que minha pica entrasse até o talo na sua buceta.

Ela começou a me apertar com as pernas, gemia e pedia pra eu colocar com carinho, porque meu pau era grosso e ela não estava acostumada. Não dei ouvidos e soquei de uma só vez, fazendo ela gritar de tesão e deixei dentro pra ela ir se acostumando.

Quando vi que sua respiração não estava tão ofegante, comecei a bombar num ritmo lento pra sentir sua buceta apertar meu pau. Nesse momento comecei a dar umas estocadas mais violentas, fazendo ela perder o fôlego de tanto gemer e eu sabia que estava prestes a gozar.

Me deitei na cama, ela ficou por cima, de frente pra mim, sentando e cavalgando gostoso na minha rola. Eu podia ver sua expressão de desejo, seu corpo desenhando e meu pau entrando e saindo de dentro da sua buceta enquanto eu apertava seus seios e ela rebolando cada vez mais.

Senti ela tendo outro orgasmo, dessa vez com meu pau lá dentro. Não demorou e acabei gozando também. Foi muito gostoso. Voltamos para o banheiro, tomamos um banho, nos vestimos e dei a grana pra ela. Fomos embora, a deixei perto da casa dela e fui pra casa pensando em tudo o que tinha acabado de rolar. Realizei o sonho de comer minha cunhada, depois de anos.

10.071 views views
3.5/5 - (8 votes)

Contos relacionados

Comendo a melhor amiga da esposa

Homem metendo na amiga gostosa da esposa Olá pessoas, hoje trago um conto de um cara que realizou o sonho de comer a buceta da melhor amiga da sua esposa. Uma novinha safada que vivia na sua casa...

LER CONTO

Fodendo com a vizinha casada

Olá amantes de sexo com histórias, hoje vou contar uma putaria minha com a vizinha safada que aconteceu a pouco tempo. Era um dia de sábado pela manhã quando um caminhão de mudanças parou na...

LER CONTO

O massagista da minha esposa

Guto, 32 anos. Minha mulher contratou os serviços de uma massoterapeuta, alguns dias atrás, e fez uma pacote de 10 massagens. Num final de tarde fomos correr no calçadão da praia e minha namorada...

LER CONTO

A amiga atleta da minha esposa

Fodendo a amiga atleta da minha esposa Minha esposa é a maior gostosa, ela faz crossfit com um grupo de amigas, eu passo mal quando vejo qualquer uma delas, imagino uma boa suruba , porém...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 4 + 3 = ?
Desfrute do maior acervo de contos eróticos verídicos da internet e o melhor que o nosso conteúdo é 100% grátis.
© 2022 - Seus Contos Eróticos